Casas de Condomínio no Brooklin estão entre as mais procuradas na FINDER

No segundo semestre de 2017, a procura por casas neste perfil cresceu 37%, em nosso site, em relação ao primeiro semestre.

Abaixo, conheça mais sobre o bairro e visite opções de casas de condomínio no Brooklin.

 

Nos distritos de Itaim Bibi e Santo Amaro está localizado o bairro do Brooklin, situado na Zona Sul. O distrito, que já foi conhecido como Brooklin Paulista e hoje divide-se em Brooklin Velho e Brooklin Novo, é uma região muito valorizada, considerada nobre e marcada por imóveis residenciais de luxo, grandes centros empresariais e vida noturna agitada. Até 2002 o bairro era administrado pela subprefeitura de Santo Amaro quando parte do seu território foi concedida à subprefeitura de Pinheiros.

Brooklin: modernidade e conforto na Zona Sul

O Brooklin faz seus limites com os bairros da Vila Olímpia, Vila Cordeiro, Indianópolis, Chácara Santo Antônio, Campo Belo, Campo Limpo e Santo Amaro. As principais vias que o delimitam são a Marginal Pinheiros, a Avenida dos Bandeirantes, a Rua Roque Petroni Junior e a Avenida Washington Luís.

Conheça mais sobre esse super bairro da Zona Sul de São Paulo.

História

No início do século XX, a região já existia, mas não efetivamente como um bairro. O local recebia um dos desvios e parada do bonde que cortava São Paulo. Quando a São Paulo Tramway, Light and Power Company assumiu o negócio, houve um boom imobiliário na região, que passou a ser atrativa para pessoas e companhias.

Entretanto, o surgimento do Brooklin se dá verdadeiramente em 1922 quando parte do território foi loteada e dividida entre três compradores: Afonso de Oliveira Santos, a Sociedade Anônima Fábrica Votorantim e Júlio Klaunig com Álvaro Rodrigues. Mesmo estando ilhado por dois córregos, o Espraiado e o Cordeiro, o bairro cresceu e se desenvolveu: casas, fábricas e outros empreendimentos foram instalados, ajudando na evolução do distrito.

Brooklin: modernidade e conforto na Zona Sul

Em 1960 foi criada a Estação Berrini, parada que atendia o bairro e que aumentou a visibilidade e movimentação da região, que nos anos seguintes seria ainda mais intensificada. A formação de um centro comercial na Av. Engenheiro Luiz Carlos Berrini fez o bairro crescer exponencialmente, uma vez que empresas nacionais e multinacionais passaram a se fixar no local para fugir do Centro de São Paulo e de regiões como a Paulista e a Faria Lima. Hoje a Berrini sedia estúdios de televisão da Disney e HBO, hotéis de luxo como Hilton, consulados canadense e sueco, por exemplo, e os prédios de companhias de grande porte como a Nestlé e a HP.

Brooklin: modernidade e conforto na Zona Sul

Com o passar dos anos, o Brooklin passou a ser visto como uma área privilegiada da cidade e, por isso, ganhou diversas obras públicas que previam a melhoria da região, a remoção de favelas e córregos e a construção de cartões postais de São Paulo, como a Ponte Octávio Frias de Oliveira, conhecida popularmente apenas como Ponte Estaiada. Ela cruza o Rio Pinheiros, ligando o Itaim Bibi ao Morumbi. Assim sendo, o nome do bairro é uma referência ao conhecido distrito de Nova York, o Brooklyn. A homenagem foi feita pela Light, a empresa que construiu a estação do bonde com esse nome. A parada, na época, localizava-se na região onde o bairro está hoje. Os dois bairros, o paulista e o nova-iorquino, têm duas coisas em comum, além do nome: dão grande destaque às pontes, tornando-as cartões postais das cidades em que estão, e também são considerados grandes centros comerciais.

Infraestrutura

O Brooklin Novo é predominantemente uma área comercial, mas apresenta casas e sobrados de classe média e atualmente sofre grande especulação imobiliária. Já o Brooklin Velho é considerado um excelente espaço para construção de casas, já que o bairro tem a característica de ser residencial e mais horizontal. Suas ruas são urbanizadas e arborizadas, valorizando o alto padrão existente na região.

Transporte

O Brooklin conta com a estação Berrini da Linha 9 da CPTM e com a linha intermunicipal de ônibus que liga a região até Diadema. Futuramente irá receber um monotrilho da linha Linha 17 e a estação Brooklin-Campo Belo na Linha 5 do Metrô.

Brooklin: conforto e modernidade na Zona Sul
Foto: Alexandre Martins

Próximo a Marginal Pinheiros, o bairro oferece fácil acesso aos distritos do Morumbi e Itaim Bibi, assim como ao Aeroporto de Congonhas, que fica a aproximadamente 10 minutos do local. As avenidas Santo Amaro, Jornalista Roberto Marinho e Bandeirantes marcam presença na região, sendo um núcleo de tráfego intenso durante a semana e calmo nos finais de semana.

Serviços e lazer

O distrito proporciona fácil acesso a farmácias e hospitais, como o Hospital Santa Paula e o Hospital São Luís, a cerca de alguns minutos do local. Por estar no meio de centro comercial, você não encontrará dificuldades em achar agências bancárias e restaurantes de alta qualidade, como a famosa churrascaria Fogo de Chão. Academias também podem ser encontradas no Brooklin, inclusive algumas especializadas, como a Forflex, que é referência em Pilates. Supermercados como o Carrefour da Avenida Santo Amaro e a padaria Califórnia Bakery, que fica na própria Rua Califórnia, são também opções que viabilizam a boa vida dos moradores da região.

Brooklin: modernidade e conforto na Zona Sul

São inúmeros os shoppings e centros de compras que abastecem o Brooklin, mas os principais são: o Morumbi Shopping e o Makert Place. O primeiro possui 483 lojas e uma área gastronômica de grande destaque, com restaurantes como o Saj, de Comida Árabe, o Zucco, Italiano, e o Badaró, especializado em cozinha Paulista, além da primeira filial brasileira, em shopping, da sorveteria americana Ben And Jerry’s. O segundo shopping tem 167 lojas e apresenta 11 salas de cinema, assim como escritórios e uma ótima praça de alimentação. Outro shopping da região, mas referente a outro segmento, é o D&D (Decoração e Design Center), que disponibiliza 95 lojas do ramo e diferentes lojas de serviços.

O Brooklin ainda comporta a Sociedade Hípica Paulista, clube especializado em cavalos e na prática do esporte. Também conta com o Esporte Clube Banespa, associação polidesportiva que disputa diversas modalidades de vôlei e futebol de salão.

Brooklin: modernidade e conforto na Zona Sul

Também há lugar no distrito para os amantes de arte e música. A Galera L’oiel está localizada no Brooklin e, numa ligação com a França, disponibiliza diversas exposições sobre pintura, escultura, moda, entre outros. Outro espaço que tem a mesma função é o WTC Golden Hall, uma área multiuso para a realização de eventos. A música prevalece na área com a tradicional escola Tom Jobim (EMESP, Escola de Música do Estado de São Paulo) que concede cursos e aulas para pessoas de todas as idades.

O distrito ainda abriga duas festas que trazem cerca de 100 mil pessoas ao bairro: a Maifest e a Brooklin Fest. Ambas celebram a cultura alemã que é forte e presente na região. Ainda propicia, aos amantes de cerveja, um agradável lugar para o happy hour e para se divertir com amigos e família, a Cervejaria Devassa, situada na Berrini.

Brooklin: modernidade e conforto na Zona Sul

POR REDAÇÃO LOPES

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s